Cerveja Incomum e cheia de personalidade em Gramado

IMG_9108

A simplicidade de como levam a vida no interior do Rio Grande do Sul tem me chamado a atenção. As casas, quase todas, com fogão campeiro sempre expelindo fumaça pelas chaminés no inverno. Um convite para um bom chimarrão e um café com paçoca de pinhão regado a uma boa prosa, com o tempo a perder de vista.

Foi com esse sentimento que saí da casa do Seu Ronaldo, produtor das cervejas Incomum. Saindo de Gramado, eu e o Fabrício Ecker (Rota da Cerveja) , pegamos uma estrada de terra e entramos rumo às colônias onde vivem os alemães e seus descendentes. A paisagem, a arquitetura e o clima nos dá a impressão de termos saído do Brasil.

Uma ideia de onde fica a Cervejaria Incomum
Uma ideia de onde fica a Cervejaria Incomum

O Seu Ronaldo tem uma trajetória pra lá de interessante. Trabalhou na Globo por um tempo, morou em vários lugares do Brasil, mas foi em uma temporada nos Estados Unidos que teve contato com a produção caseira de cervejas. Depois disso o sangue cervejeiro tomou conta e hoje está em Gramado, vivendo em uma casa de 180 anos, com sua mulher e seu filho, produzindo cerveja artesanal.

IMG_2530

Sentados na mesa da cozinha em sua casa, ele me contou que os 12 estilos que produz não seguem nenhuma diretriz internacional. Ele mesmo monta as receitas, incluindo sempre um ingrediente local, e vai testando. Aquela que ficar digna do seu paladar, entra para a linha de produção.

Seu Ronaldo
Seu Ronaldo

Provei três, dos doze estilos que ele fabrica. A B1,uma cerveja produzida com fermento de semente de abóbora. A B7, com abóbora doce na receita, e de acordo com o produtor, a preferida do atual prefeito de Gramado. E para finalizar, provei a B11, uma cerveja de trigo com mel . O curioso da B11 é que ele fez duas cervejas e depois misturou em proporções diferentes dando origem a uma terceira cerveja, a B11. O B vem de blend de maltes.

IMG_2532
Cerveja, pão de malte e patês artesanais

Provamos todas as cervejas com pão de malte e patês artesanais produzidos pela mulher do seu Ronaldo.

IMG_2542

Por enquanto, as visitas só podem ser feitas através da Serra Bier – Rota da Cerveja, promovida pelo Fabrício Ecker, que além da Incomum, passa por outras cervejarias locais.

SERVIÇO
Cervejaria Incomum
Telefone: (54) 9934-3390

Serra Bier – Rota da Cerveja
Facebook.com/SerraBier
email: contato@serrabier.com.br
Telefone: (54) 9628.5965 e (54) 9983.4096

Edson Carvalho

About

Um viajante tão apaixonado por cervejas artesanais que rodou o Brasil inteiro atrás delas e agora dá dicas de onde encontrá-las.

View all posts by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.