Conheça a história da cervejaria Fuller’s

O início

A cervejaria Fuller’s é um ícone na Inglaterra e hoje vamos conhecer a sua história e como tudo começou.

Fuller Smith and Turner é como hoje eles são conhecidos. O nome remete a três famílias, os Fullers, os Smiths e os Turners, que em 1845 assinaram os documentos formalizando a sociedade da cervejaria e dos pubs que eles possuíam. Antigamente era muito comum as grandes famílias produzirem suas próprias cervejas e investirem suas fortunas em redes de bares e pubs.

A Fuller’s tem base em Chiswick, que fica na parte Oeste de Londres. Essa região tem um histórico de produção de cerveja há mais de trezentos e cinquenta anos.

Por volta de 1600 havia uma cervejaria particular instalada nos jardins da Bedford House. Uma outra cervejaria, bem mais humilde, operava por ali também na casa de Thomas Urlin. Quando Urlin morreu, a propriedade passou pra sua mulher e pro seu genro, um cara chamado Thomas Mawson. Foi ele que começou a transformar o negócio em uma grande empresa cervejeira.

Mas como foi isso? Bom, ele comprou um pub chamado The George Public House. Comprou também duas casas adjacentes a esse PUB e depois comprou a cervejaria que ficava na Bedford House, aquela que eu citei um pouco antes.

Com o passar dos anos a empresa passou a ser de dois outros caras, John Thompson e David Robert. Mas por uma série de brigas e disputas legais, eles se separaram e em 1786 Robert deixou a sociedade. O Thompson então continuou a tocar o negócio sozinho.

O Grifo

Com o tempo a cervejaria passou pros seus filhos, Douglas e Henry Thompson. Foi sob administração deles que em 1816 a cervejaria começou a ser chamada de Griffin Brewery e adicionaram o Grifo como símbolo da cervejaria. O grifo é aquela espécie de águia com corpo de leão que até hoje a gente vê nos rótulos da Fuller’s e é símbolo dos pubs da marca. Inclusive eles mantêm até hoje impresso nos rótulos o brasão com o nome Griffin Brewery.

O Grifo

A chegada de John Fuller

Com o tempo, e por conta de más decisões administrativas, os irmãos Thompson se viram à beira da falência e foram buscar investimento. É nesse momento que John Fuller entra na história. John Fuller era um milionário inglês e decidiu embarcar nessa, principalmente pelo seu filho, John Bird Fuller. Com o tempo, ele comprou uma das partes de um dos irmãos Thompsons e depois de alguns anos virou acionista majoritário da cervejaria e dos seus bares associados. Inclusive alguns desses bares funcionam até hoje.

Em 1839, John Fuller morre e o controle passa pro seu filho, o John Bird Fuller. Sem perder muito tempo, John Bird Fuller corta laços com os Thompsons e assume o controle sozinho da empresa. E foi em 1845 que ele procurou mais investidores, e é aí que Henry Smith e John Turner entram na história, ou melhor, entram pra história. Surgiu então a Fuller, Smith & Turner, a empresa que comandaria a Griffin Brewery e todos os bares e pubs associados.

As cervejas

Foi a partir desse momento que eles começaram a criar novas cervejas e, com o passar dos anos, algumas delas foram se imortalizando e estão aí até hoje. A primeira foi a Chiswick Bitter, no ano de 1930. Nos anos 50 criaram a London Pride, o orgulho londrino e a queridinha da cervejaria. Ela virou um clássico e passou a ser o carro chefe deles.

Fuller’s Chiswick Bitter
Fuller’s London Pride

E em 1960 surgiu a icônica ESB. Extra Special Bitter, um pouco mais amarga e mais alcoólica que seu carro chefe, a London Pride. A ESB fez tanto sucesso e ganhou tantos prêmios que começou a ser copiada em cervejarias por todo o mundo.

Fuller’s ESB

Outra cerveja da Fullers, a 1845, foi criada para o aniversário de 150 anos da cervejaria. O nome como você já deve ter percebido é a data oficial de fundação da cervejaria.

Fuller’s 1845

Em abril de 2019 a Fuller, Smith & Turner foi vendida por 250 milhões de libras para a Asahi Europe, um outro grupo empresarial que possui várias cervejarias em seu portfólio.

Cheers!

Assista abaixo o vídeo que fiz contando a história da cervejaria.

Edson Carvalho

About

Um viajante tão apaixonado por cervejas artesanais que rodou o Brasil inteiro atrás delas e agora dá dicas de onde encontrá-las.

View all posts by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.