Dicas para viajar com garrafas e latas de cervejas na mala

Photo by Nick Fewings on Unsplash

É delicioso viajar e provar as cervejas fresquinhas direto da fonte, na terra onde ela foi produzida e de preferência bebendo com os moradores locais enquanto compartilham suas histórias. Mas também é muito bom trazer algumas na mala pra desfrutar no conforto da sua casa, ou com os amigos, enquanto relembra os melhores momentos da viagem.

Nessa hora sempre surgem algumas dúvidas como: “Posso levar as garrafas no avião? Quantos litros são permitidos? Como devo embalar? Tenho que despachar?”.

Pra você fazer sua próxima viagem cervejeira com tranquilidade e trazer aquelas belezuras engarrafadas pra terra dos papagaios, detalhei tudo o que é preciso saber aqui nesse post. Aproveite e boa viagem.

Bagagem de mão em voo nacional

Photo by Suhyeon Choi on Unsplash

O site da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) diz que o passageiro poderá levar até 5 litros de bebida (em recipientes com capacidade de até 1 litro cada) com até 70% de graduação alcoólica por volume. A bebida deve estar com lacre de fábrica e pode ser transportada na bagagem de mão ou despachada.

Esse é o máximo permitido para bagagens de mão em vôos nacionais. Mas atenção, para voos internacionais a regra é outra.

Mesmo que o cuidado com a bagagem de mão seja maior, afinal é você quem cuida e a coloca no bagageiro, é recomendável envolver as garrafas com roupas, meias ou plástico bolha para evitar o choque entre elas e um possível rompimento do recipiente.

Bagagem de mão em voo internacional

Photo by Bambi Corro on Unsplash

Se estiver trazendo cervejas ou outras bebidas de uma viagem internacional, esqueça a bagagem de mão e coloque tudo na mala que irá despachar, a não ser que compre as bebidas no Free Shop.

Olha o que diz o site da ANAC:

Todos os líquidos, inclusive gel, pasta, creme, aerossol e similares, devem ser acondicionados em frascos com capacidade de até 100 ml e colocados em embalagem plástica transparente, vedada;

Líquidos em frascos acima de 100 ml não podem ser transportados, mesmo se o frasco estiver parcialmente cheio;

Os líquidos adquiridos em free shops ou a bordo de aeronaves podem exceder esses limites, desde que dispostos em embalagens plásticas seladas e com o recibo de compra à mostra (cuja data deve ser a mesma do início do voo) para passageiros que embarcam ou em conexão.

Bagagem de Despachada

Photo by Calle Macarone on Unsplash

Aqui é onde a festa acontece. É na bagagem despachada que você irá trazer suas garrafas repletas de felicidades, e justamente por isso, é aqui onde o cuidado deve ser primoroso.

Na bagagem despachada você pode trazer 12 litros de bebidas, isso mesmo, FUCKING 12 LITROS. Se pensar que as garrafas têm normalmente 330ml ou 500ml, é muita coisa.

DICAS

Temos algumas opções prontas à venda no mercado e outras no estilo do yourself. Vou primeiro explicar como você mesmo pode fazer suas embalagens e depois colocar as opções prontas que existem. Vamos lá!

1. Como embalar as garrafas?

Você pode usar várias técnicas como enrolar em camisetas, colocar dentro das meias, enrolar em toalhas etc. Mas mesmo usando as roupas para proteger suas garrafas, eu sugiro que use também sacolas plásticas (duas por garrafa) ou aquelas embalagens tipo Zip Lock, plástico bolha e fita adesiva.

Material: sacolas, plástico bolha, tesoura e fita adesiva

Envolva a garrafa no plástico bolha. Eu sempre dou umas três voltas.
Passe a fita adesiva envolvendo toda garrafa.

Passo 01

Coloque a garrafa dentro da sacola plástica e dê um nó. Em seguida coloque a garrafa de ponta cabeça dentro da segunda sacola plástica e de outro nó. A ideia das sacolas é tentar proteger ao máximo suas roupas do líquido caso ela quebre.

Passo 02

Agora é só envolver em uma camiseta, toalha, calça, meias ou qualquer peça de roupa que ajude a proteger ainda mais contra o impacto.

Parece óbvio, mas….embale cada garrafa individualmente.

Na última viagem comprei uns sacos de plástico bolha e levei aquelas rede de espuma EPE usadas normalmente para proteção de frutas como em mamão papaya. Funcionou bem e já usei em duas viagens.

Material: Saco de plástico bolha e Rede de Espuma EPE
Passo 01
Passo 02

2. Organizando as cervejas na mala

As malas/mochilas são como bolas de futebol americano nas mãos da galera da carga e descarga do aeroporto, mal pegam e arremessam longe, por isso não é recomendável colocar as cervejas nas laterais da mala. Acomode-as sempre no meio.

Quanto mais no interior elas ficarem, melhor pra todos. Se as garrafas não estiverem bem protegidas, evite colocá-las uma ao lado da outra. O choque entre elas pode ser um problema.

Deixe sua mala bem compacta de forma com que as garrafas não fiquem soltas lá dentro. Quanto mais fixas, menos problemas.

Mesmo que você arrume muito bem a sua mala, ainda corre o risco da polícia de imigração abrir para uma inspeção sem que você saiba. Na hora de fechar eles não vão organizar, por isso é importante proteger bem cada cerveja e não utilizar apenas roupas para protegê-las.

Eu tive uma experiência ruim na volta de uma viagem dos Estados Unidos. A polícia abriu minha mala para inspeção e só vi quando cheguei no Brasil. Uma das garrafas, a que eu menos me preocupei em embalar, quebrou. A vantagem é que a maior parte do líquido ficou dentro da sacola, mas ainda sim fez um estrago.

3. Compre embalagens especiais

Hoje temos várias opções de embalagens especiais para proteger suas garrafas. São caras mas funcionam bem. Eu, particularmente, prefiro gastar esse dinheiro em mais cervejas, mas cada um decide o que quer fazer.

Wine Skin

A Wine Skin é praticamente igual aos sacos de plástico bolha que eu mostro acima, porém mais preparado, no formato de uma garrafa. Custa em torno de $8 (oito dólares) e é reutilizável. A versão não reutilizável custa em média $3,50 (três dólares e cinquenta).

Wine Skin

Wine Bag

A Wine Bag é uma mala desenhada exclusivamente para trazer garrafas na sua viagem. Apesar de a foto ilustrativa ter apenas vinhos, é possível trazer cervejas. Várias cervejas têm 750ml e encaixam perfeitamente.

Uma mala como essa custa em média R$450.

Mala exclusiva para bebidas

Se você for meio MacGyver é possível montar sua própria mala exclusiva para garrafas usando espuma laminada e recortar com estilete no formato da sua mala e das garrafas. Não esqueça de deixar uma lâmina de espuma para colocar entre as duas partes fazendo com que as garrafas não tenham contato uma com a outra. Eu ainda vou fazer a minha.

Viajar com growler

Em voos nacionais já passei com growler de vidro de 1 litro na bagagem de mão cheio de cerveja e não me pararam ou fizeram qualquer pergunta. O growler tem que estar bem vedado. Não recomendo enviar na bagagem despachada e nem em voos internacionais.

Considerações finais

• Procure trazer o que não bebeu por lá, ou o que bebeu e gostou muito.
• Copos são legais, mas o cuidado deve ser em dobro. Preencha o interior dos copos com meias.

E um último conselho…

Aproveite para beber enquanto estiver viajando, curtindo a atmosfera e energia local. É legal trazer cerveja, mas é mais legal prová-la no seu local de origem.

Em tempo. Se não embalar bem, olha o que pode acontecer?

Garrafa de cerâmica da Samuel Adams Utopias de $250 quebrada na mala de um amigo

Tem outras dicas? Compartilhe com a gente nos comentários.

Saúde e boa viagem!

Edson Carvalho

About

Um viajante tão apaixonado por cervejas artesanais que rodou o Brasil inteiro atrás delas e agora dá dicas de onde encontrá-las.

View all posts by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.